segunda-feira, 21 de julho de 2014

Resenha - Cowabunga! Desventuras de um Ex-Surfista

  COWABUNGA!!!!!

 Ricardo Avelar, o Zimbo, era um jovem surfista com um futuro brilhante quando um grave acidente encerrou sua carreira. Amargurado, há mais de quarenta anos vai à praia e passa o dia observando o mar. Ao longo das horas, sente o impulso de cair na água e mostrar como um verdadeiro surfista domina as ondas. Mas sempre fracassa. Além da frustração de voltar para casa sem surfar, Zimbo tem de lidar com um relacionamento conturbado com Letícia, sua jovem namorada que não abre mão de uma vida agitada com os amigos. Resta ao surfista relembrar as aventuras de seus dias de glória enquanto cuida de sua prancha na areia. O difícil é conseguir identificar o que é realidade e o que é fantasia em suas lembranças.




Autora: Ana Paula Seixlack
Editora: Benvirá
Ano: 2014
Páginas: 160

Cowabunga o grito de guerra dos surfistas também é o nome da prancha inestimável de Ricardo Avelar, ou Zimbo como ele mesmo prefere que o chamem. Zimbo vai a praia todos os dias com o desejo de se aventurar nas águas salgadas há quarenta anos, desde de que um terrível acidente encerrou sua carreira, deixando com menos da metade de seu pé direito.

 Amargurado, ele segue essa mesma rotina todos os dias, e quando chega em casa tem de lidar com sua jovem namorada, que tem idade para ser sua filha, ou até mesmo neta, Letícia, que não troca sua vida agitada por nada... nem mesmo por Zimbo.

 Tudo que lhe resta é relembrar suas aventuras vividas nos anos em que ele era o melhor e ganhava todos os campeonatos, enquanto ele se mete nas mais loucas brigas.

 No começo temos problemas para conseguir simpatizar com nosso protagonista (tudo bem até hoje ainda não simpatizei muito), porém isso nos cativa como uma história realista, onde encontramos um protagonista que não é todo perfeito, sabe? Com apenas um defeitinho, temos um protagonista sistemático, cheio de defeitos que não tenta agradar a ninguém.

 Em boa parte dessa história temos flashback's que nos levam direto para a onda de 1960 e 1970, onde mergulhamos de cabeça na cultura dos surfistas da época, e não só deles, mas por exemplo das músicas. Ouve um momento em que Zimbo em uma de suas discussões com Letícia ele faz referência à uma música da década de 1960, "Do You Wanna Dance", e nesse momento eu corri para a minha mãe e mostrei para ela, pois essa é uma música que ouvíamos juntos.

 Cheio de vida e reflexões, Cowabunga! não é apenas um livro que nos diverte, em alguns momentos dessa fascinante aventura sentimos como se já tivesse acontecido conosco, e que deveríamos ter sido mais relevantes, por isso não é apenas um livro qualquer é um livro cheio de lições que temos de levar para vida toda.
VÍDEO SOBRE O LIVRO!




  

2 comentários:

Nalia85 disse...

Adorei a resenha. Tão interessante e divertida quanto o próprio livro.

Senti exatamente a mesma coisa quanto a parte de que o livro nos faz sentir como se a aventura tivesse acontecido conosco de verdade. É fascinante.

Bjs
Maria

Raphael Hamano disse...

Muito Bom mesmo :D
Que bom que gostou da resenha ;)